Ossos fortes → entenda a importância para sua saúde

Ter ossos fortes e cuidar da nossa saúde óssea é algo que não devemos esquecer.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) estima que a osteoporose afeta 30% das mulheres com mais de 50 anos e, em menor medida, homens mais velhos.

A perda de massa óssea com a idade é maior em mulheres que em homens, mas ambas sofrem uma perda progressiva.

Neste artigo, vamos ver quais nutrientes devemos tomar para ter ossos fortes e saudáveis.

Saúde dos ossos, por que isso importa?

Manter a saúde óssea nos ajuda a prevenir a osteoporose e reduz o risco de fraturas e quedas na velhice. Neste artigo, vamos ver como manter ossos fortes e saudáveis ​​através de dieta e exercício físico.

Ossos têm uma importante função mecânica que sustenta os músculos e permite nosso movimento.

Também serve como uma sala de armazenamento de cálcio e fósforo, que pode ser liberada na circulação quando os níveis sanguíneos desses minerais precisam ser aumentados.

Hormônios diferentes estão envolvidos no metabolismo do cálcio.

Alguns promovem a liberação de cálcio no sangue (paratormônio) enquanto outros inibem essa liberação (calcitonina) e outros aumentam a absorção de cálcio no intestino (calcitriol).

Além dos hormônios, nosso estilo de vida pode influenciar nossa saúde óssea: principalmente através de alimentos e atividade física.

Nutrientes para uma boa saúde óssea

A comida desempenha um papel importante na manutenção da nossa saúde óssea.

Se não houver como comer regularmente os alimentos indicados é necessário fazer uma boa suplementação.

Cartilax UC2 se torna essencial pois sua fórmula fornece nutrientes de excelente qualidade além de colágeno tipo 2 essencial aos ossos, juntas e cartilagens.

Os principais alimentos e nutrientes para ter ossos saudáveis ​​e fortes são:

Vitamina D

A vitamina D aumenta a absorção de cálcio no intestino e estimula a atividade das células de mineralização óssea.

Podemos naturalmente encontrar vitamina D em óleo de fígado de bacalhau, peixe azul (salmão, atum, cavala, sardinha …), laticínios e cogumelos.

Também podemos encontrá-lo em alimentos enriquecidos com vitamina D, como cereais matinais, leite, iogurtes e margarinas, embora seja melhor obtê-lo de suas fontes naturais.

Magnésio

A deficiência de magnésio tem sido associada a um risco aumentado de osteoporose e suplementação com o aumento da densidade óssea.

Alimentos ricos em magnésio são amêndoas, castanhas, nozes e avelãs. Eles também contêm arroz integral, legumes e sementes de chia, abóbora e gergelim.

Cálcio

O cálcio é o principal mineral que os ossos são feitos.

Também é necessário para o funcionamento dos músculos e para o sistema nervoso.

O consumo regular de alimentos ricos em cálcio pode ajudar a manter a densidade óssea, desde que os outros nutrientes essenciais para o osso sejam consumidos regularmente.

Podemos encontrar cálcio em produtos lácteos (queijo, leite, iogurte), sementes (chia, linho, gergelim), amêndoas, sardinha enlatada, leguminosas, em tofu e edamame (derivados da soja).

Vitamina K

A vitamina K ajuda a capturar o cálcio nos ossos e consertá-lo, de modo que seu consumo promove a mineralização óssea.

Sua deficiência tem sido relacionada a um aumento do risco de fraturas.

Podemos encontrar vitamina K em vegetais de folhas verdes, como espinafre, acelga, repolho de couve, brócolis, endívia, aspargos, vagem e abóbora.

A carne também é rica em vitamina K. Os frutos ricos em vitamina K são kiwi, ameixas e abacate.

Silício

Apesar de pouco conhecido, tomado em quantidade suficiente, o silício contribui para aumentar a formação óssea em quantidade suficiente. Nós o encontramos em grãos integrais, cenouras e feijões verdes.

Geralmente é encontrado em maiores quantidades em alimentos à base de plantas do que naqueles de origem animal.

Exercício para manter seus ossos em forma


Além da alimentação, a prática de atividade física é um dos fatores mais importantes no crescimento e desenvolvimento ósseo, calcificação e manutenção da densidade óssea.

Estudos indicam que o melhor tipo de exercício para aumentar a massa óssea é o treinamento com pesos, uma vez que a carga que eles exercem sobre o osso estimula melhor a mineralização óssea subseqüente.

No entanto, exercícios como corrida ainda são uma opção válida, pois os ossos recebem um impacto que estimula a mineralização óssea de forma eficaz.

Sempre leve em consideração as habilidades de cada um, condição física e idade ao praticar esportes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *