Author Archives: gazetanew

A imagem mostra dois tipos de mochilas feitas de couro.

5 razões para você comprar uma mochila de couro

Quem gosta de andar sempre em bom estilo precisa ter como companhia uma linda mochila de couro. Ela é versátil, moderna e combina com qualquer visual, seja ele reservado ou super descolado. Ou seja, você pode usar onde e quando quiser sem se preocupar se ela é indicada para a ocasião.

A mochila de couro é um item que tem tudo para conquistar você, pois além de oferecer praticidade para o dia a dia, o que facilita para quem tem uma rotina em corrida, ela dá um toque moderno para as produções de trabalho ou de passeio, deixando você sempre na moda.

Outro ponto positivo para a mochila de couro é que por ela ser desenvolvida com material durável, é bem resistente, impermeável, flexível e não mancha facilmente.

E se você está buscando mais informações sobre este item, saiba que por sermos especialistas em couro legítimo, podemos falar com propriedade sobre 5 razões para você comprar uma mochila de couro, sem medo e sem arrependimento. Continue lendo para saber!

A imagem mostra dois tipos de mochilas feitas de couro.

1. Apresenta durabilidade surpreendente

As peças desenvolvidas com couro legítimo têm durabilidade superior, se comparadas com outros materiais, principalmente com o couro sintético. Mas, saiba que o custo-benefício do produto compensa, porque você usará este produto por muito tempo.

Isso acontece, pois as peças feitas de couro legítimo são mais duradouras, já que são resistentes ao fogo, não rasgam e têm maior flexibilidade. Ou seja, se o item for armazenado e cuidado com muito carinho, é possível ter esse acessório em boas condições por muitos anos.

Para isso, é preciso manter alguns cuidados básicos que incluem:

  • Evitar exposição solar;
  • Evitar tomar chuva, mas caso aconteça, secar com um pano macio em seguida;
  • Não usar secador ou colocar na secadora;
  • Não guardar itens úmidos ou molhados dentro da mochila de couro;
  • Não usar produtos de limpeza abrasivos;
  • Guardar em sacos de armazenagem de algodão ou de TNT, que normalmente acompanha o item na hora da compra.

Seguindo essas dicas será mais fácil cuidar da sua mochila de couro e ela apresentará uma durabilidade surpreendente ao decorrer dos anos.

 

2. Beleza e sofisticação são as palavras-chave da mochila de couro

Os itens de couro legítimo são produzidos com muito capricho, já que para trabalhar com este material é preciso ter técnicas que ofereçam acabamentos perfeitos para o produto. E é por este motivo que as mochilas de couro têm aparência superior às feitas de outros materiais. Pode comparar!

Elas também apresentam características únicas que resultam em muita personalidade e diferenciação para quem usa. Por isso, se você busca por uma mochila sofisticada, a de couro legítimo é uma ótima escolha e atenderá perfeitamente suas necessidades, pois ela mostrará que você tem bom gosto e requinte.

 

3. Versatilidade em todos os visuais

Com cada vez menos tempo, muitas pessoas buscam por praticidade no dia a dia e se este for seu caso, saiba que a mochila de couro vai te ajudar muito a partir do primeiro dia de uso. E isso só é possível pois a mochila de couro oferece uma maneira prática e atemporal para armazenar e encontrar objetos.

Além disso, ela é otimizada para compor qualquer look e combinar com acessórios. Isso significa que você passará menos tempo buscando por roupas que combinem com a mochila de couro legítimo, já que ela cairá muito bem com qualquer item que você escolher!

E, falando em funcionalidade, existem muitos modelos de mochila de couro  que são práticas na hora de carregar e manusear, o que é ótimo para rotinas agitadas. Conheças as diversas opções no link e encontre a melhor para você!

 

4. Atemporalidade é a marca registrada da mochila de couro

As mochilas de couro são itens clássicos e que nunca saem de moda. Um motivo a mais para você investir e fazer sucesso. Para ter certeza sobre esta informação é só pensar nas jaquetas, bolsas e botas do mesmo material. Estão em todas as estações fazendo muito sucesso, complementando ou atuando como peça principal de vários looks!

Além disso, é preciso lembrar que a mochila de couro pode ser combinada com peças de tendência contemporânea para deixar o visual mais ousado! Não tenha medo de usar e arrasar!

 

5. Resistência é o seu forte!

Se você quer uma mochila para levar muitas coisas, o modelo de couro é o mais indicado, pois este material é ideal para carregar pesos do dia a dia sem causar preocupação se o item vai aguentar.

Mas, vale lembrar que para a mochila ter essa funcionalidade, ela precisa ser de couro legítimo. Caso contrário, não apresentará boa resistência. Mais um motivo para você contar com este material de primeira!

Gostou de saber mais informações sobre a mochila de couro? Então continue acompanhando nosso site para receber mais novidades e dicas de uso!

A imagem mostra um exemplo do uso de gradil.

6 locais em que você pode utilizar gradil

O gradil é um produto muito versátil, pode ser usado em diversos ambientes, sem falar que ele é muito resistente e tem alta durabilidade! Seu uso pode ser interno ou externo, seja para segurança patrimonial ou para divisão de ambientes. Mas, antes de falar sobre os locais de uso, vamos descobrir o que é gradil?

O gradil é uma grade de proteção, que tem como uso principal o cercamento de espaços para evitar o risco de invasão e ultrapassagens indevidas. O material possui algumas espessuras, que diversificam as possibilidades do material, permitindo o cercamento como falamos e também o uso como tela gradil.

Uma das características do gradil que o fez se destacar dos demais materiais usados para o mesmo fim, é que ele tem um sistema modular. Isso torna a instalação e manuseio mais simples, o que reduz o tempo necessário para instalação e o custo de mão de obra.

Outra grande vantagem desse modelo de material para cerca gradil, é que ele não necessita de muitas alterações no local de instalação, diferente de outros materiais que precisam de uma base para instalação. Por fim, ainda podemos citar uma outra vantagem que é a dificuldade de escalar esse modelo de gradil.

A imagem mostra um exemplo do uso de gradil.

Do que é feito o gradil?

O gradil metálico, é feito de aço galvanizado, o aço em si não é um material muito resistente, para aumentar sua durabilidade ele passa por alguns processos:

Galvanização: no processo de galvanização o aço recebe uma camada extra de zinco, que evita que o aço entre em contato com a umidade e a ação do tempo. Dessa forma, ele se torna muito mais resistente!

Pintura epóxi eletrostática: esse tipo de pintura usa carga de energia oposta para fazer com que a tinta se fixe ao objeto metálico. Isso torna a tinta mais flexível, evitando trincas e aumentando sua durabilidade. Sem falar que ela deixa o acabamento do gradil de proteção mais refinado.

Acabamento em PVC de alta aderência: essa é uma outra forma de aumentar a durabilidade e melhorar a estética do gradil. O PVC ou policloreto de vinila é um tipo de plástico que recobre toda a superfície do aço. Melhorando seu acabamento e aumentando sua resistência.

Gradil eletrosoldado: diferente dos outros tipos de solda que recebem um ponto de solda, aqui os fios de aço são pressionados até que se tornem um. Deixando o ponto de união extremamente firme, tornando o muro de gradil ainda mais resistente!

Todos esses processos, tornam o gradil um material com muitas vantagens em relação aos seus concorrentes!

 

6 locais para instalação do material

Aqui vamos falar dos 6 locais mais comuns para a instalação do modelo de gradil, mas existem mais opções que essas.

  • Portão de gradil: usar a tela gradil para portões, se tornou uma opção bastante frequente, já que permite a visualização interna e externa dos ambientes. Além disso, ele deixa os portões mais leves, o que exige menos do motor para automação, aumentando sua durabilidade.
  • Gradil residencial: além de tornar seu imóvel mais seguro, o gradil para casa, deixa o ambiente mais elegante!
  • Canil: esse modelo de tela é excelente para proteger os animais, já que elas possuem acabamento em PVC.
  • Áreas de lazer e piscinas: áreas de piscina seja de residências, clubes ou condomínios precisam ser protegidas para evitar acidentes com crianças e animais domésticos.
  • Quadras esportivas e jardins: a tela gradil é ótima para proteger áreas esportivas, evitando acidentes com bolas fora das quadras. Em jardins e parques, o gradil se mistura muito bem ao ambiente, principalmente o modelo verde, o que ajuda a manter um visual agradável mesmo com o cercamento.
  • Empresas e áreas industriais: o preço do gradil e a facilidade de instalação, fazem com que esse material seja o ideal para cercar grandes áreas. Por isso, ele se tornou tão comum nesses locais e também em áreas rurais.

Esses são apenas alguns lugares que podem receber o cercamento com gradil, existem diversos tipos de gradil, cada um fica melhor para uma finalidade. Por isso, antes de comprar, tenha a certeza qual a função do gradil, para não comprar a espessura errada.

 

Dicas para instalar o gradil

Agora que já sabemos como é o processo de fabricação e os principais locais para utilização, vamos dar algumas dicas para instalação. Seja o gradil de ferro ou de alumínio, o processo é o mesmo.

Para instalar você deve separar os seguintes materiais:

  • O gradil na medida necessária;
  • Fixadores;
  • Postes;
  • Ferramentas em geral;
  • Materiais para fixação dos postes;
  • Equipamentos de Proteção Individual.

Portanto, comece demarcando a área de instalação onde serão instalados os postes, cada buraco para o poste deve ter 25 centímetros de diâmetros e 50 centímetros de profundidade, em cada poste coloque calços e prenda o gradil com os fixadores.

Verifique o nivelamento e depois chumbe cada poste, aplique as buchas e os parafusos para fixação. Após finalizar todo o cercamento, coloque as tampas dos fixadores e dos postes. Gradil de qualidade é na Dimatelas.

Guia de Emagrecimento: Como Potencializar os Resultados na Perda de Peso

Buscar formas naturais de manter nosso peso adequado, assim como mais saúde, é essencial. Neste artigo, acompanhe algumas dicas da Sociedade Global para emagrecer com segurança.

O excesso de peso pode causar diversas comorbidades que, consequentemente, reduzem nossa qualidade de vida.

Por conta disso, buscar um método emagrecedor realmente eficaz é extremamente importante. Mas, como saber se ele realmente funciona? São diferentes processos que podem ajudar.

Manter um estilo de vida mais saudável é de grande ajuda. Portanto, é ideal optar pela prática de atividade física e uma alimentação regrada e balanceada.

Além disso, pessoas em todo mundo escolhem produtos emagrecedores, buscando uma forma de acelerar este processo, aumentando a perda de peso.

Infelizmente, alguns destes remédios para emagrecer causam efeitos colaterais e reações adversas, assim como não apresentam os resultados esperados.

A Sociedade Global recomenda o uso de suplementos alimentares que potencializam o emagrecimento de forma rápida e natural. Quer mais sobre eles? Este artigo foi preparado para te ajudar, acompanhe.

Melhores emagrecedores naturais

Primeiramente, é importante entender o que gera o ganho de peso, segundo o site Sociedade Global, isto está associado a problemas metabólicos, uma dieta rica em gordura, sedentarismo, o uso de alguns medicamentos e muito mais.

Para muitas pessoas, apenas mudar de vida não é o suficiente para garantir a manutenção adequada do peso.

Por conta disso, elas optam por suplementos alimentares que, através de mecanismos naturais, podem favorecer um emagrecimento significativo.

Visando te ajudar neste processo, o site Sociedade Global liberou uma lista com os principais emagrecedores realmente eficazes para a perda de peso. Acompanhe a seguir:

1. Quitosana

Extraído de frutos do mar e crustáceos como camarões, lagosta e caranguejos, este produto pode reduzir a absorção das gorduras ingeridas durante as refeições, fazendo com que sejam eliminadas pelas fezes.

Isso ocorre porque esta fibra alimentar pode se conectar às células lipídicas, impedindo que seja absorvida pelos corpo e, por sua vez, acabando com o acúmulo da gordura no sangue e nos tecidos.

2. Berberina

Utilizada a milênios pela medicina ayurveda e chinesa, este suplemento alimentar pode ajudar a perder peso por aumentar a capacidade do organismo de regular a glicemia e sensibilidade à insulina.

Assim, aumenta a metabolização da gordura, utilizando os estoques lipídicos como fonte de energia para todo o organismo e, consequentemente, reduzindo a gordura localizada.

3. Spirulina

O extrato desta poderosa alga verde-azulada é rica em nutrientes, antioxidantes, tocoferóis e outros compostos ativos. Por conta disso, atua em diferentes processos aumentando a perda de peso.

Sua suplementação é responsável por combater a inflamação corporal, já que impede a oxidação das células adiposas, causada pelo excesso de gordura.

Além disso, é capaz de controlar o apetite,facilitando a realização das dietas e reeducação alimentar.

4. Glucomanann

Esta fibra alimentar é responsável por impedir que o corpo absorva as gorduras dos alimentos ingeridos.

Além disso, pode reter água no trato digestivo, tornando-se um gel que, no estômago, promove maior sensação de saciedade, reduzindo a fome e a quantidade de comida nas refeições.

5. Cetonas de framboesas

Esta verão cinteŕtuca das cetonas de framboesas encontradas como suplemento alimentar podem aumentar a degradação das células adiposas, reduzindo armazenamento da gordura.

Além disso, pode aumentar os níveis de um hormônio essencial para a perda de peso, chamado adiponectina.

Outros métodos emagrecedores

Todos os métodos mencionados acima foram testados e aprovados por especialistas em emagrecimento. Mas, você sabia que existem outros métodos emagrecedores que dividem opiniões?

Sim! Um destes é a Sibutramina. Este medicamento é usado para o tratamento de pacientes obesos, ou seja, em pessoas com o IMC (índice de massa corporal) maior que 30kg/m².

De acordo com a nutricionista Manuela, do NutriJobst, este produto atua na inibição da reabsorção de neurotransmissores essenciais, como: dopamina, serotonina e noradrenalina.

Desta forma, faz com que atuem por um maior período em nosso cérebro, levando, por sua vez, a maior sensação de saciedade e estímulo do metabolismo, gerando o emagrecimento.

No entanto, seu consumo pode causar uma série de efeitos colaterais e riscos à saúde, como: aumento da pressão arterial, insônia, tontura e alteração de paladar. Sendo assim, seu consumo não é indicado para todas as pessoas.

Por conta disso, especialistas aconselham seu consumo somente sobre recomendação profissional, orientando primariamente o consumo de produtos naturais, tais como mencionados acima.

Conclusão

Uma forma de melhorar os resultados das dietas e treinos voltados para a perda de peso é optando pela suplementação de produtos naturais e seguros para o organismo.

Neste artigo aprendemos um pouco sobre 4 poderosos ativos naturais capazes de promover um emagrecimento notável. Mas, além dessas substâncias, existem diversas opções encontradas no mercado.

Para conhecer mais formas de potencializar os resultados na perda de peso, não deixe de acessar o site da Sociedade Global. Lá você encontrará dicas e informações importantes que te ajudarão neste processo.

8 razões para você usar um self storage

O mercado sempre exigiu inovação, e não tem sido diferente para o contexto do autoarmazenamento. Hoje iremos falar sobre e aproveitamos para perguntar sobre self storage: o que é? É comum que seja feito esse questionamento sobre o que é self storage ou mesmo para que serve self storage. Trata-se de uma solução moderna e prática para muitas demandas que você ou sua empresa podem ter. No artigo de hoje trouxemos para você oito razões para usar um self storage. Continue com a gente e confira!

Imagem de duas pessoas guardando caixas em um self storage

 

  1. É melhor e mais prático que guarda móveis

É comum a comparação entre guarda móveis e self storage. O guarda móveis é uma solução tradicional que oferece um espaço dentro de um galpão no qual são colocados os móveis. Há um contrato por determinado período e uma limitação de acesso aos pertences. Geralmente o local possui funcionários que trabalham em escalas que atendem a horários específicos, tornando o acesso mais complicado. Além disso, os funcionários manuseiam os móveis com certa frequência. De modo geral o self storage é mais prático e seguro, siga os próximos tópicos e terá certeza disso!

 

  1. Garante a segurança de seus pertences

Dentre as muitas vantagens de usar um self storage, sem dúvida a garantia da segurança é um dos mais cogitados quando se procura uma solução. Havendo o acesso restrito ao contratante, há a tranquilidade de saber que não é mexido em seus pertences pessoais que estão no box.

 

  1. O cliente tem a flexibilidade de horários

Flexibilidade é uma marca registrada do self storage, conceito relativamente novo de autoarmazenamento. Faz parte do significado de self storage o foco no indivíduo, que tem liberdade para usar o box. É por isso que há muitas opções de horário de acesso aos pertences pois o contratante é o único a acessar o box com uma flexibilidade de horários bastante convidativa.

 

  1. O contrato é livre de burocracias

Um dos fatores que dificultam a contratação de um serviço de armazenamento é o processo burocrático. Muitas vezes exigindo período de fidelidade e com detalhes exorbitantes, isso faz com que o contratante desanime na hora de considerar um box para seus importantes itens que precisam ser guardados. Isso não acontece com um box de self storage. Os termos são claros e há transparência, trazendo tranquilidade e clareza na contratação.

 

  1. É mais em conta que soluções tradicionais

Há muitos fatores que viabilizam a contratação de um box de self storage e não é diferente quanto ao preço. Diante de soluções mais tradicionais e menos flexíveis, o self storage oferece opções dinâmicas e personalizadas de preços que cabem em projetos de pequeno, médio e grande porte.

 

  1. É a solução ideal para falta de espaço em casa

Pode parecer redundante mencionar a falta de espaço residencial, mas trata-se do maior motivo de haver uma busca e um mercado específico para tal. Há momentos em que ocorre um desapego com itens que não serão mais utilizados e estão em algum canto da casa ou armário. Entretanto, quando acabou o espaço e há objetos valiosos em jogo, não há nada melhor que um box de self storage. O fato de poder guardar pertences pessoais que já não são utilizados diz muito sobre como funciona self storage: a solução ideal para não perder o que você considera importante.

 

  1. A facilidade de uso e aplicação em seu projeto

O mercado é repleto das mais variadas soluções que, muitas vezes, não unem facilidade de adaptação e usabilidade. No caso do self storage há um quadro excelente de aprendizagem e aplicação de um box no cotidiano e nos projetos, seja de uma pessoa ou uma empresa. Em questão de horas é fácil compreender como usar self storage devido a essa característica que o serviço oferece. Um especialista da empresa de autoarmazenamento certamente fará o possível para inserir o cliente no conceito e usabilidade de um box de self storage, mas certamente há uma mínima curva de aprendizado até que o usuário se sinta confortável e à vontade para usar bem os serviços.

 

  1. É uma solução moderna e dinâmica

Após tantas razões apresentadas, é importante dizer que o self storage é moderno e totalmente adaptável à difícil vida moderna. Muitos empreendedores tem enfrentado, por exemplo, os desafios da pandemia tendo uma grande procura por soluções que sejam práticas e flexíveis. Muitas vezes o box de self storage pode adequar-se às medidas de emergência para mudanças em empresas, projetos que exijam reestruturação etc.

 

Self Storage é com a Guarde Mais

Há muitas razões para considerar o aluguel de um box self storage, não é mesmo? Seja qual for o porte de sua empresa ou o volume de seus pertences particulares, há opções personalizadas para atender às suas demandas. Sendo assim, quando precisar alugar box de self storage não tenha dúvida. Solicite um orçamento com nossos especialistas da Guarde Mais!

A imagem mostra um pouco sobre Inbound marketing.

Quais são os principais tipos de materiais ricos no marketing?

Quando estamos falando de materiais ricos, estamos falando diretamente em marketing de conteúdo! O marketing de conteúdo é uma estratégia em que usamos conteúdos para atrair a atenção de clientes e tornar sua empresa uma autoridade em seu nicho de atuação.

Esses materiais ricos, podem ser usados em diversas etapas do Inbound marketing, começando pelo topo do funil indo até o fundo! Claro, que em cada uma dessas etapas, esse material rico é construído com uma linguagem e um conteúdo diferente de acordo com o grau de conhecimento desse lead.

Por isso, é sempre importante que sua empresa tenha uma boa gestão de marketing digital, só assim saberá exatamente qual material deve ser entregue em cada uma dessas etapas! Antes de mergulhar de fato nos exemplos de tipos de materiais ricos no marketing digital, é importante entender o processo no qual esse material será inserido. Então, vamos falar um pouco sobre marketing de conteúdo e a captação de leads.

O marketing de conteúdo tem como objetivo atrair a atenção de visitantes para que eles se tornem um lead. O lead nada mais é do que um possível cliente. O visitante se torna um lead, a partir do momento que ele passa uma forma de contato para sua empresa, conhecida como captação.

Captação de leads o que é? É a forma de atrair e conseguir as informações de contato de um possível cliente de maneira ética. Assim, a principal forma de conseguir captar um lead, é através da oferta de materiais ricos em informações relevantes dentro do nicho de atuação da sua empresa. Deu para entender o que é a captação de leads?

A imagem mostra um pouco sobre Inbound marketing.

Como construir um material que atraia a atenção

Após conhecer o princípio do marketing de conteúdo e o principal objetivo desses materiais ricos produzidos. Vamos falar sobre como construir esses materiais.

Primeiramente, é preciso pensar nos textos para captação de leads, eles são essenciais para conseguir atrair a atenção desses potenciais consumidores. Mas, como escrever um texto e produzir materiais que se destaque dos demais? Aí vão algumas dicas:

separe uma informação que seja relevante: antes de sair escrevendo é preciso pensar na informação que irá transmitir e o quanto isso será relevante para sua persona. Portanto, considere também a etapa do funil que o seu lead se encontra. Lembre-se, leads no topo de funil buscam informações generalizadas, médio e topo de funil buscam informações mais completas e técnicas.

otimize seu conteúdo com SEO, de nada ainda escrever um conteúdo incrível que não irá alcançar seu lead. Aliás, pense como ele busca essa informação e crie palavras-chave ao longo do conteúdo.

pense no tom! Como sua empresa quer dialogar com seus clientes? Um tom mais forma ou descontraído? Então, para descobrir tal informação, lembre-se de quem é a sua persona.

não se esqueça, que o seu objetivo com o texto é resolver uma dor do seu cliente!

use CTA: Em todo o texto é essencial que você tenha ao menos uma chamada de ação! Seu lead precisa entender claramente qual é o próximo passo a ser seguido.

Em relação à construção do design dos materiais, é essencial usar a identidade visual da sua empresa, as cores, fontes e todo o grafismo aplicado! O material tem que ser dinâmico, ele precisa ser pensando para que o usuário tenha a melhor experiência possível! Ele precisa atrair atenção e ter a mesma linguagem da sua persona!

 

Tipos de materiais ricos mais usados

Agora que já oferecemos alguns insights sobre a criação de textos e design, vamos conhecer os tipos de materiais ricos mais usados.

 

  • E-books: um material rico e muito usado na captação de leads, o conteúdo é mais denso e pode se explorar de maneira profunda o problema apresentado por seu lead.
  • Webinars: com a pandemia esse termo se tornou um pouco mais conhecido. Esse material rico é um vídeo gravado em forma de palestra ou masterclass. Portanto, deve ser usado para aprofundar um tema, precisa ter um texto dinâmico para prender a atenção.
  • Vídeos: com maior taxa de engajamento, os vídeos são excelentes para usar na captação de leads. Mas diferente dos webinars, eles devem ser curtos, trazer a informação de forma objetivo, mas com um toque de bom humor.
  • Ferramentas online: pense em uma ferramenta que possa facilitar a vida do seu consumidor. Um gestor de tarefas, controle financeiro, um sistema de agendamento de serviços? Aliás, um exemplo desse material rico marketing digital é a calculadora freelancer. O site 99freelas criou essa ferramenta para ajudar seus profissionais no momento de calcular o preço dos seus serviços.
  • Infográficos: uma maneira simples de transmitir uma informação de forma didática e lúdica. São ideais para pessoas que precisam receber a informação de forma rápida e pontual.
  • Pesquisas: depende do seu nicho de atuação, seus clientes podem buscar por pesquisa. Elas podem ser inseridas em landing pages, infográficos e e-books.

Todo esse material rico no marketing digital, é essencial para que sua empresa possa atrair visitantes, educa-los, converte-los para clientes e futuramente, para promotores da marca!

Porque não consigo vender meu carro rapidamente?

É importante lembrar que estas são apenas estimativas assim como o ipva pr e que existem vários outros fatores que podem afetar o valor e processo de venda. Por exemplo, qualquer dano, qualidade dos pneus, registro de serviço e muito além disso.

Mas há outras coisas que você precisa levar em consideração ao valorizar seu carro, como você pode rapidamente no ipva.inf.br.

Por exemplo, pode levar mais tempo para obter o melhor preço possível para seu carro. Portanto, se você precisar de dinheiro rapidamente, talvez queira considerar a venda a um preço mais baixo.

Escolhendo a melhor maneira de vender seu carro

Há uma série de opções diferentes para vender seu carro. A melhor para você depende de quanto você quer conseguir pelo carro, quanto tempo você está disposto a gastar com ele e se você quer conseguir outro carro.

Veja aqui qual a importância da venda em redes sociais!

Vender privadamente significa que você pode conseguir mais pelo seu carro do que obteria de um revendedor. Mas pode consumir muito tempo.

Se você quiser outro carro de imediato, a troca de peças com um revendedor pode ser uma opção melhor.

Isto significa que se seu carro valesse R$5.500 se fosse vendido em particular, você poderia perder pelo menos R$500 se o vendesse a um revendedor.

Vendendo um carro a um revendedor

Se você quiser outro carro imediatamente, então a troca de peças com um revendedor pode parecer a opção mais fácil.

Você provavelmente receberá menos por isso do que através de uma venda privada, mas você evitará o trabalho e as despesas de publicidade e de lidar com consultas, visitas e test drives.

O valor de troca parcial de seu carro será um pouco mais do que o preço comercial que você obteria se vendesse seu carro diretamente a um revendedor.

Mas a concessionária pode não estar preparado para negociar um preço de troca parcial.

Se você não quiser outro carro imediatamente, você ainda pode ser capaz de vender diretamente ao revendedor. Embora isto possa ser rápido, é pouco provável que você consiga o melhor preço.

Vendendo um carro particular

Vender um carro em particular pode ser demorado, mas você pode conseguir um preço melhor.

Aqui está o que você precisará fazer:

  • Anuncie seu carro para potenciais compradores – por exemplo, um sinal de “Para Venda” nas janelas de seu carro e/ou de uma loja, anúncios classificados em jornais locais, ou anúncios em sites como OLX, ou você poderá encontrar um comprador entre amigos ou seus amigos através de mídias sociais como o Facebook, ou no trabalho.
  • Certifique-se de descrever seu carro corretamente em seu anúncio e de que você pode provar que é seu proprietário legal.
  • Lide prontamente com ligações ou e-mails de potenciais compradores.
  • Organize e esteja presente em exibições e test-drives.
  • Providencie uma forma segura de ser pago pela venda.

Sites de compra de carros on-line

Há muitos sites de compra de carros on-line que se oferecerão para tirar o trabalho de vender um carro. Você insere os detalhes de seu carro no site da empresa, como idade e quilometragem, recebe uma avaliação e depois leva-o a um depósito local para que seja avaliado.

Toalha de banho para bebê

Decoração do quarto de bebê: tudo o que você precisa saber

O momento da decoração do quarto do bebê é o mais esperado pela família. Escolher o tema, as cores, comprar móveis e todos os itens para o quarto do bebê, tornam essa espera mais real. Porém, esse momento pode trazer muitas dúvidas, já que são tantos objetos e itens que podem tornar esse momento um tanto quanto desafiador.

O primeiro passo para decorar o quarto de bebê é pensar na sua rotina. Assim, você consegue definir o que é essencial para facilitar sua rotina e os cuidados com o bebê. Procure conversar com outras mães para entender o que realmente faz sentido para rotina dos pequenos. Pois, muitos objetos por mais que sejam fofos, podem não ser necessários para o seu bebê.

Toalha de banho para bebê

 

Outro ponto importante para pensar no momento da decoração do quarto do bebê é se o quarto será dividido com outro irmão, se será estilo Montessoriano e qual investimento disponível você tem.

Os itens indispensáveis em um quarto de bebê são:

  • Berço;
  • Trocador;
  • Guarda-roupas;
  • Poltrona de amamentação;
  • Cômoda;
  • Tapete;
  • Cortina;
  • Kit para higiene;
  • Abajur;
  • Enxoval de cama e banho;
  • Lixeira;
  • Cesto de roupa suja;
  • Porta brinquedos;

Todos esses itens devem ser planejados, ou seja, você deve tirar as medidas do cômodo antes para saber se todos dos móveis e objetos irão se adequar ao espaço. Já imaginou comprar uma cômoda linda e ela não caber no quarto do bebê?

Em relação aos itens decorativos, é importante que você evite encher muito o ambiente, por dois motivos. Primeiro, o espaço precisa ser funcional, já que o bebê irá receber todos os cuidados nesse ambiente. Segundo, os bebês são sensíveis e muitos objetos podem levar ao acúmulo de poeira e umidade, causando problemas alérgicos no bebê.

Dicas para montar a decoração do quarto de bebê

Agora vamos dar outras dicas para que você descubra como montar um quarto de bebê. Primeiramente, vamos pensar nas cores, dê preferência para tons suaves e claros. Esses tons transmitem sensações de aconchego e tranquilidade, deixam o ambiente mais iluminado e traz maior amplitude.

Se você quer que o quarto seja lúdico, vale a pena investir em papéis de parede ou adesivos vinílicos com estampas coloridas e divertidas. Você pode combinar as cores usadas nas paredes com os objetos da decoração do quarto do bebê com peças do enxoval como colchas, jogos de berços e cortinas.

Aliás, outro ponto essencial para pensar no momento de montar a decoração do quarto do bebê é a segurança. Portanto, quando for comprar acessórios para quarto de bebê e também os móveis, verifique sempre seu há o selo do INMETRO. Instale protetores nas tomadas, prefira tapetes que sejam antiderrapantes, as cortinas e itens de cama devem ser todos antialérgicos.

cobertor para bebê

Projeto o quarto para receber o máximo de luz e ventilação natural possível, isso ajuda a evitar problemas como umidade e mau cheiro. Procure usar luz artificial direta e indireta no ambiente. Instale pontos centrais de iluminação, para ajudar no momento da higienização. Mas não se esqueça de uma luz indireta, como um abajur para deixar o ambiente aconchegante no momento de fazer o bebê dormir.

Por fim, ainda vale a dica de comprar um berço que se transforma em mini cama. Dessa forma, você consegue economizar, por mais que não pareça, o tempo passa rápido demais e o seu bebê deixar de usar o berço com ele ainda novinho.

 

Como escolher o enxoval do seu bebê

Existem alguns itens do enxoval do bebê, que geram algumas dúvidas no momento da compra. Então, vamos falar um pouco sobre esses itens.

Cobertor para bebê: quando for escolher um coberto prefira tecidos naturais e de toque suave, o algodão é sempre a melhor escolha. Porém, algumas fibras sintéticas como a microfibra, vem fazendo sucesso na confecção de cobertor, já que ela é antialérgica e não solta fios.

Manta para bebê: a pele do bebê é muito sensível, escolha uma manta que tenha toque macio, para não machucar a pele do bebê. Evite tramas, como as de tricot, o bebê pode se enroscar nesses buracos e acabar se machucando, sem falar que marcam a pele do bebê.

Mochila de maternidade: a mochila precisa ter tecido resistente para suportar peso, flexível e prática. Precisa ter várias divisões e bolsos para facilitar a organização dos itens. Já em relação ao tamanho prefira as de médio a grande porte, as pequenas não conseguem acomodar todos os itens necessários para o bebê.

Jogo de berço: o jogo de berço deve auxiliar na proteção, ao mesmo tempo que gerem conforto. Eles precisam ser seguros, sem botões ou qualquer item que possa se soltar. Os tecidos mais usados são o piquet, percal, tricoline e algodão.

Toalhas para bebês: as toalhas de banho do bebê devem medir em torno de 70×90. Elas precisam enrolar o bebê para evitar que peguem vento, se possível dê preferência par aos modelos com toucas.

Cortinas para quarto de bebê: evite cortina com miçangas ou qualquer detalhe que possa se soltar. As cortinas devem ficar longe do chão e do berço para evitar acidentes. Escolha tons suaves complementares ao da decoração. Aliás, prefira os modelos de cortina que tenha maior controle de luminosidade. Por fim, prefira tecidos leves que facilitem a lavagem.

 

 

imagem portão de uma casa

Portões em Londrina: tudo o que você precisa saber sobre portões para casa ou empresa

O portão é uma das partes mais importantes de um imóvel ou uma empresa, primeiro porque ele protege o local garantindo a segurança de quem está dentro, além também de todos os objetos que ali se encontra. Outro ponto importante é que o portão também serve para delimitar espaço, separando assim a parte de dentro e de fora.

A instalação de um portão pode ser devido a reformas ou até mesmo durante a construção de uma casa ou empreendimento. Para isso, sabemos que podem surgir muitas dúvidas sobre qual é o portão ideal para cada tipo de lugar, já que existem muitos tipos de portões no mercado. São portões de correr ou portão corrediço, portão pivotante, portão flutuante, portão de grade ou gradil.

Pensando nisso, resolvemos escrever esse artigo para ajudar você a escolher o melhor portão em Londrina para sua casa ou empresa. Continue lendo até o final.

 

Quais fatores precisam ser levados em consideração na hora de comprar um portão?

Existem alguns pontos importantes que precisam ser pensados e ter em mãos antes de escolher um portão, para evitar que ocorra a necessidade de manutenções recorrentes ou a troca definitiva.

Segurança: Para que de fato o portão sirva de barreira de proteção e evite possíveis invasões é essencial que ele seja feito de um material de qualidade e tenha um bom acabamento.

Dê preferência aos portões lisos ou que sejam vazados, mas que sejam difíceis de escalar justamente porque os pés não cabem nos vãos. Geralmente eles têm formato de tela ou gradis.

Em relação aos portões para garagem, aqueles que geralmente ficam na parte externa, são fundamentais que sejam bem altos, acima dos dois metros, para que também ninguém consiga subir.

Durabilidade: O que foi dito no tópico anterior em relação ao material e acabamento também se encaixam perfeitamente aqui, já que se o portão tiver essas características positivas às chances de trocas e manutenções caem, aumentando assim a sua vida útil.

Geralmente um bom portão tem revestimento de aço galvanizado que ajuda a evitar a oxidação e que ele enferruje facilmente. A pintura eletrostática epóxi também ajuda a evita o enferrujamento, pois serve de camada protetiva extra.

Medidas: Essa é uma dar partes mais importantes que se deve ter antes de comprar um portão e logo você vai entender melhor os motivos. Mas tenha em mãos todas as medidas da área em que o portão será instalado, principalmente para conseguir fecha e abrir de forma fácil e sem nenhum tipo de problema.

Alguns modelos foram feitos exclusivamente para áreas maiores e outros para áreas com tamanhos menores. Não se preocupe que vamos dar dicas de excelentes portões que você pode adquirir com o mesmo nível de qualidade.

 

Quais são os portões que uma casa e empresa devem ter?

Agora chegou a hora de falarmos dos tipos de portões mais indicados para seu imóvel ou empresa. Preste bastante atenção nos detalhes de cada um dos portões para escolher o modelo ideal.

 

O que é portão pivotante?

O portão pivotante é bem parecido com os outros modelos de portões que já conhecemos, ou seja, aberto para dentro ou para fora. Esse é um exemplo de portão que não necessita de pouco espaço para sua instalação, porém é um modelo que pede espaço na parte externa e interna, devido sua forma de abertura. Mas logo você vai entender melhor como portão pivotante funciona.

Existe portão pivotante simples que tem apenas uma folha que é aberta, e também portão pivotante duplo, onde as duas folhas abrem juntas. Esse é um tipo bastante comum nas empresas, pode perceber que muitos utilizam portão de garagem pivotante, principalmente aqueles empreendimentos que estão localizados em lugares que não tem tanta movimentação, isso acontece porque o portão pivotante abrindo para fora ocupa bastante espaço externo.

 

O que é portão flutuante?

Para casas e empresas que tem a fachada pequena e com pouco espaço para abertura lateral, recomenda-se o portão flutuante ou basculante, como também é conhecido.

Nesse modelo o portão é aberto para cima e fica suspenso na horizontal até a entrada de pessoas e veículos. São tipos de portões utilizados tanto em empresas quanto casas.

 

O que são portões corrediços?

Esses são modelos que mais conhecemos e também são mais usados nas casas dos brasileiros. Indicado para locais que tem bastante espaço lateral, pois sua abertura é feita sob trilhos e arrastando para o lado. O portão deslizante como também é conhecido, foram feitos para áreas com fachadas grandes e médias.

Agora que você já conhece alguns dos modelos mais indicados para casas e empresas, que tal adquirir o seu com a Dimatelas? Entre em contato e faça seu orçamento para portão em Londrina e também outras localidades do Paraná.

imagem de duas pesoas conversando e uma com a mão no nariz sentindo o mau hálito

Halitose: causas e tratamentos

A halitose é um problema comum, mas nem sempre é percebida por quem tem essa condição. Trata-se do famoso mau hálito, que pode causar sensação de repulsa em algumas pessoas.

Aqui, indicamos o que é halitose, quais são suas causas e formas de tratamento. Confira e saiba como se livrar desse problema de uma vez por todas e de maneira segura!

 

O que é halitose?

Trata-se de uma condição na qual a pessoa exala um mau cheiro pela boca. O diagnóstico é feito pelo médico, normalmente um clínico geral, ou por um dentista. Em casos específicos, pode-se utilizar o halímetro para diagnóstico, que é um aparelho que mede o grau da halitose.

 

O que causa a halitose?

A halitose pode ser provocada por diferentes fatores. Daí a importância de um diagnóstico feito por um médico ou dentista: assim, dá para tratar pontualmente a causa do problema, eliminando-o com eficácia.

Curiosamente, existem algumas causas que são recorrentes. A seguir, apresentamos quais são elas! Acompanhe e saiba o que pode provocar esse problema:

 

Acúmulo de bactérias

A cavidade oral, especificamente o fundo dela, tem pouca saliva e criptas em que bactérias podem se acumular. Curiosamente, nessa região também podem ficar partículas de alimentos que são digeridas pelas bactérias. Quando isso ocorre, há a possibilidade de exalar mau cheiro pela boca.

Outra situação que pode levar ao acúmulo de bactérias no fundo da cavidade oral é o gotejamento de muco dos seios da face na faringe. As bactérias da região digerem as proteínas do muco e durante esse processo há a liberação do odor desagradável.

 

Má saúde bucal

Uma saúde bucal inadequada provoca mau hálito devido a problemas como abscessos, cáries, inflamação na gengiva e má higiene, que deixa restos de alimentos na língua e entre dentes.

 

Baixa salivação

A baixa salivação desencadeia um quadro de halitose, porque propicia um maior acúmulo de bactérias na região. É justamente por esse motivo que ao acordar as pessoas têm mau hálito, porque nesse momento de descanso a produção de saliva baixa expressivamente.

 

Desidratação e jejum

Quadros de desidratação e jejum estimulam a halitose porque provocam o ressecamento da boca e uma baixa produção de saliva por um longo período, levando à proliferação de bactérias e liberação do mau odor.

 

Saburra lingual

A saburra é a placa de bactérias na língua, deixando-a com uma cor esbranquiçada. Em alguns casos, também pode ficar amarelada ou amarronzada, começando no fundo da língua e avançando por toda a sua extensão.

 

Infecção

As infecções de estruturas da face, como a boca e garganta, também provocam a halitose devido à presença de microrganismos. É por isso que pessoas com amidalite ou sinusite normalmente têm mau hálito.

 

Respiração pela boca

A respiração pela boca causa o ressecamento dessa região, de modo a desestabilizar a mucosa e provocar a halitose. Em casos assim, recomenda-se uma reeducação da respiração.

 

Implicações da halitose

A halitose tem uma série de implicações, porque geralmente causa timidez e vergonha em quem passa por esse problema, tirando sua coragem de interagir socialmente e profissionalmente.

As pessoas que fazem parte de seu círculo social costumam se afastar naturalmente, devido à sensação de repulsa que a halitose provoca. Esse afastamento reforça ainda mais a vergonha do paciente, além de aumentar a chance de gerar problemas de imagem.

É por isso que é importante investir em tratamento para mau hálito, para evitar as implicações que esse problema pode trazer, melhorando a qualidade de vida do paciente.

 

Como tratar a halitose

A forma mais eficaz de tratar a halitose é eliminar a causa dessa condição. Por exemplo, se ela for provocada por uma má higienização bucal, passe a realizá-la regularmente, seguindo as orientações de seu dentista.

Se a causa for um reflexo de infecções em estruturas da face, trate essas doenças e o mau hálito sumirá. Quando identificar que está com halitose, procure um clínico geral e/ou um dentista para analisar a causa do problema e tratá-la pontualmente, eliminando-o com eficácia.

 

Formas de evitar a halitose

Existem dicas fáceis de serem adotadas no seu dia a dia que reduzem o risco de ter halitose e também ajudam a eliminar esse problema. Confira quais são:

  • Beba mais água para manter a boca umedecida por um maior período;
  • Não faça jejum. Além de dar mau hálito, também prejudica sua saúde;
  • Faça uma higienização adequada da boca sempre que se alimentar. Inclusive, essa é uma das dicas de como combater a halitose mais importantes e simples de serem adotadas no dia a dia;
  • Trate infecções associadas às estruturas da face;
  • Visite seu dentista regularmente, para identificar e tratar problemas que podem dar mau hálito;

Use suplementos naturais manipulados de tratamento para halitose, como os que possuem alcachofra, zedoária e clorella, que são altamente eficazes no combate ao mau hálito e seu consumo é seguro, contribuindo positivamente para sua saúde.

Como solicitar um cartão Marisa? Veja aqui

Um cartão Marisa é para quem quer aproveitar as vantagens nessa famosa loja de departamento que se destaca no setor de moda feminina graças à infinidade de roupas, acessórios e calçados para mulheres de todas as idades.

marisa

O cartão pode ser solicitado de maneira fácil em uma das lojas Marisa, falando com uma das atendentes. O pedido é enviado para o Itaú, que fará análise do crédito e, se for aprovado, enviará o cartão para o endereço informado pelo cliente.

Além disso, o cartão Marisa também pode ser solicitado por meio do SAC 4004-2211 (para São Paulo e região) e 0800-728-1122 (demais localidades).

Outra forma se dá por meio do aplicativo Marisa, disponível para Android e iOS.